sexta-feira, 18 de maio de 2018

ENDLESSLY Q&A com Anunzanty ♡

Hello my loves ♡



A minha amiga Andreia, devem lembrar-se dela na primeira entrevista que fiz aqui no blog. Fiquei a saber que ela é uma arca cheia de tesouros e segredos! Por isso é com enorme prazer que hoje venho partilhar com vocês um novo projeto da Andreia o lançamento de uma música preparem-se because she spill some tea!!

1. O que é que podes revelar sobre Endlessly?

Endlessly foi escrita em segundos basicamente. Foi algo que me saiu diretamente da alma. Uma forma de expressão. O tema é bastante “dark” e posso dizer que o videoclipe irá ter o mesmo seguimento.

2. Há quanto tempo estás a trabalhar neste projeto?

Eu sempre escrevi musicas desde muito nova. Com 11 anos ia para a minha varanda com o meu caderno de pêlo azul bebé (ainda me recordo) e escrevia. Foi o meu professor da escola básica que me incentivou. Ele adorava a minha escrita. Uma altura, utilizou pequenas frases minhas em um livro que ele criou.

3. A música sempre fez parte da tua vida?

Sempre! Desde que me lembro. Lembro-me de ter 4 anos e já cantar. A música é a minha vida, literalmente. Não conseguiria viver sem música.

4. Ter uma música sempre foi um objetivo teu? Já pensas num álbum?

Sempre! Mas não me sentia preparada. Acho que para criarmos algo temos de nos sentir preparados e ter tudo bem definido, coisa que antes não tinha na totalidade. Endlessly foi escrita da maneira mais pura, e aí tive a certeza que era “a tal”. Em relação ao álbum ainda não penso nisso. Acho que isso já era um passo demasiado grande para o qual não estou preparada.

5. Já estão a gravar o videoclip?

Vamos começar a gravar e será a melhor parte para mim! O videoclipe irá falar muito pela música. O ambiente “dark” estará lá.

6. Qual é o estilo da música?

A música é uma balada. Nada complexa. Quis que não fugisse ao que eu queria transmitir. E para isso teria de ser, sem dúvida, uma balada.

7. O que é que é queres transmitir com a música?

A música é baseada em algo real. Em algo que se passou/em algo que se passa. Já mostrei alguns lyrics e há sempre alguém que se identifica. É isso que pretendo. Que sintam a música e que se identifiquem.

8. Que mensagem é que nos queres trazer?

O amor não é fácil e nunca será, mas existe. E quando sentimos amor verdadeiro inspirámo-nos em milhões de coisas. Apesar de ser duro quando é real, muitas vezes vamos até ao fim, não conseguimos desistir. Há partes da música que refere isso.

9. Quem está a participar contigo em todo este projeto?

Neste momento há muita gente por trás desta nova etapa da minha vida. Muita gente que lutou, e continua a lutar, para que se torne real. Para que o passo seja bem dado. Neste momento estamos focados na promo. Foi uma grande surpresa que ninguém estava à espera.

10. De onde surgiu a ideia?

A ideia sempre existiu. Quem me conhece sabe o amor que tenho pela música. É algo único. Não tem explicação. Penso que foi algo que simplesmente nasceu comigo.

11. Visto que tens a ATCREATION pretendes fazer merch para a tua própria música?

Não sei.. não sei o que esperar da reação das pessoas. Muita gente amou os lyrics por aquilo que falei: por se identificarem. E por ser uma letra bastante realista, uma verdade “nua e crua”. Veremos o que pode surgir daí.

12. O que te fez escrever em inglês e não em português?

Por vezes sinto que nasci no país errado apesar de amar Portugal. Tenho músicas escritas em português mas não quis começar por aí. A forma como me expresso não é a mesma, sou sincera

13. Achas que é o começo de algo em grande?

Para mim é, sem dúvida alguma. Estou aterrorizada, não vou negar. Tudo isto tem me deixado com uma ansiedade enorme e com muito medo. Nunca sabemos o que esperar quando fazemos algo assim. Mas espero que gostem, porque endlessly significa imenso para mim.

14. Quais são as tuas partes favoritas? 

As minhas partes preferidas são sem dúvida “He tells me i’m dark sometimes and i tell him dark souls haunts the most colorful minds.” “I live for the mystery of the universe and sometimes you don’t know but the universe is ours.” “Your arms are the most safest place I've ever known.” “Tell me why, why when we love, we love so deep.”

15. De onde surgiu a ideia de fazeres uma collab?

Sempre quis que o meu primeiro single fosse feito juntamente com alguém. A maioria das letras que escrevo são sobre o amor tal como a endlessly. Senti que necessitava de uma voz masculina para ficar completa.

16.Pensaste logo no Josias Farias ou demoraste algum tempo até encontrar a voz perfeita?

Pensei logo no Josias Farias. O Josias dava alguns concertos aqui em Braga, algo que desconhecia. À uns anos atrás uma amiga minha disse-me “tens de o ouvir, sei que vais amar a voz dele”. Até que o ouvi e a verdade é que me apaixonei imediatamente pela voz dele.

17. Assim que falaste com ele, ele alinhou logo?

Falamos sobre o tema e mostrei-lhe a minha visão, o que pretendia ao certo. Ele está fora do mundo da música à algum tempo, mas gostou bastante da ideia.

18. Podemos contar com a presença dele no videoclip?

Grande sim! Quando falamos sobre o assunto falamos logo do videoclipe.

19. O que é que podes desvendar sobre o videoclip?

As ideias para o videoclipe já estão completas. O tom “dark” estará presente. O videoclipe vai se resumir ao que a música refere inicialmente. O Josias Farias irá entrar como se tivéssemos a ter uma conversa um com o outro, como uma conexão mental.

20. As gravações serão em estúdio ou "na rua"?

Há bastastes partes filmadas em estúdio e outras partes filmadas em um sítio que irá mostrar a realidade do tema, em que ele consiste (ansiedade).

21. Para finalizar só resta saber quando é que poderemos ouvir a Endlessly?

Final de setembro/início de outubro a endlessly ganha vida! Com o videoclipe também! O entusiasmo é enorme.

Espero que tenham gostado!



See you soon, 
Beatriz 

Sem comentários:

Enviar um comentário