domingo, 29 de março de 2015

Sugestão de uma música


Olaa meus amores ❤❤

Como podem ver pelo titulo hoje vou sugerir-vos uma música, escolhi "Believe in Me da Demi Lovato" está música é incrível e tem imenso significado.
A Demi escreveu esta música aos catorze anos, e ela própria admite que nessa altura estava a mentir porque não acreditava verdadeiramente nela, mas ela agora já acredita.
O videoclip do "Believe in Me" é absolutamente fantástica e de ficar com a lágrima no olho, relata um distúrbio alimentar,  a anorexia.
Para mim, este é um tema muito frágil e difícil de falar, mesmo adorando a música quase não a oiço porque sei que vou chorar é mais forte que eu, cada palavra da aquela música eu identifico me com ela e já irão perceber por quê, isto que iram ler a seguir é um dos episódios mais tristes da minha vida até agora, falar dele ainda me faz confusão, mas uso-o para inspirar pessoas e acima de tudo orgulhar-me do quanto já cresci e aprendi com os meus erros.

"Existem inúmeras histórias que poderia partilhar convosco mas não sei porquê escolho sempre uma das mais tristes. Mais ou menos á cerca de dois anos, nas férias de verão aconteceu me uma coisa que já mais irem esquecer, foi o seguinte, estava de férias era suposto acordar às 11h da manhã, mas tal coisa não aconteceu acordei às 6h da manhã e porquê, porque me doía a barriga, foi logo comer qualquer coisa... fui ter com a minha mãe há casa de banho e cai no chão ela levantou me e olhou para mim estávamos em frente ao espelho eu estava a ficar pálida e a começar a transpirar pelo corpo todo, até que os meus olhos começaram a virar, se não fosse a minha mãe tinha desmaiado. O que originou isto tudo foi o facto de eu no dia anterior não ter almoçado e jantado relativamente pouco. O resto do meu dia foi para esquecer, sempre que ia para a casa de banho lembrava-me do que tinha acontecido e começava a chorar.
Falei do meu peso, posso dizer que mesmo pesando pouco sinto me bem assim....a minha relação com a comida é muito distante, dantes havia dias em que tinha fome mas não conseguia comer, a dor era tanta que me dava vontade de chorar. Felizmente isto já não acontece estou a tornar-me cada vez mais forte. Nunca tomo o pequeno almoço, lancho se me lembrar, almoço pouca coisa a minha refeição mais equilibrada é o jantar pelo simples facto de o meu pai estar ao pé de mim.... muitas pessoas dizem que eu não como, mas isso não é verdade eu não como é coisas boas, se me derem gomas não irei recusar, quando estou em casa sozinha os meus almoços são cereais."

E pronto meus amores este é um dos episódios mais tristes, espero que com esta minha história consiga inspirar-vos e relembrar-vos que somos todos «Feitos de forma bela e maravilhosa».
Orgulho-me de conseguir dizer «Now I believe in me»


Love you all ❤❤
With love,
                 Beatriz ❤❤

Sem comentários:

Enviar um comentário